comida de verdade


Esqueça o que você aprendeu até hoje sobre pirâmide alimentar e pare de ficar pensando na quantidade de calorias dos alimentos quando vai escolher o que vai comer. Para ter refeições mais saudáveis, o segredo é seguir uma regra simples: mais comida de verdade e menos processados e ultraprocessados no prato. É isso que preconiza o Guia Alimentar da População Brasileira, publicação do Ministério da Saúde, que vem mudando a ideia de que para ser saudável é preciso radicalizar na dieta.

Priorizar alimentos mais naturais e reduzir a presença dos processados e ultraprocessados na alimentação é a regra. Esse já é um bom começo para afastar do seu corpo as quantidades nocivas de açúcar, gordura ruim, sal e diversos aditivos químicos – estabilizantes, corantes, espessantes e tantos outros– que têm tornado a sociedade ocidental gorda. E junto com os quilos a mais, normalmente, vem uma série de doenças crônicas.

A regra da comida de verdade parece fácil, mas todos nós sabemos o quanto é difícil fugir da praticidade dos congelados, néctares de frutas, molhos enlatados e toda uma série de produtos que surgem a cada ano prometendo economia de tempo e carregados de “sabor”. A principal luta de quem defende uma alimentação mais saudável é justamente quebrar esse domínio dos processados e ultraprocessados.

Briga nada fácil. Nesse ringue estão o forte lobby da indústria de alimentos, a indústria farmacêutica, o apelo publicitário, o tempo cada vez mais escasso, a perda da cultura da saúde pela da estética, a desinformação ou pior, a informação errônea ou parcial, comum num meio cheio de interesses.

Já parou para pensar que nem tudo que está na mesa é realmente comida? É o caso do refrigerante, da margarina e dos sucos em pó, por exemplo. Ao analisar a lista de ingredientes desses alimentos, o que vemos são muitos aditivos químicos e pouco do que conhecemos como comida realmente.

Como seu corpo funciona e reage a cada tipo de alimento?

Você ainda se preocupa mais com a quantidade do que com a qualidade do que você come?

As pesquisas oferecem as informações que precisamos para fazer as melhores escolhas, respeitando o funcionamento do corpo e da mente, colaborando para o equilíbrio físico e emocional.

left show fwR bdt b03s|left tsN fwR bdt b05s|left show fwR bdt b05s|bnull|||login news c05 fwR b01 tsN c10 tsY bsd|b01 normalcase tsN c05 bsd|b01 c05 normalcase bsd|login news c05 c10|tsN normalcase c05|b01 c05 normalcase bsd|content-inner||